Testemunho do amor de Deus – GADE Santos 19/01/2013

No segundo GADE do ano (19/01), tivemos a graça de escutar o testemunho de um jovem chamado André. Ele foi usuário de drogas e o que o levou a isso foi a sensação de estar sozinho, de não ser amado verdadeiramente. Hoje ele testemunha como um jovem repleto do Espírito Santos, do Amor de Deus. Mas nem sempre foi assim…

O André começou o testemunho falando que toda a desgraça na vida dele começou porque ele achava que ninguém o amava. Ele foi adotado com poucos meses de vida, por uma família simples mas que desejava muito ter aquele filho. Mesmo assim ele sentia que faltava amor na vida dele.Aos 13 anos em uma roda de amigos, ofereceram a maconha. Ele não sentia vontade de fumar, mas para não ser “careta”, excluído, e para conquistar a suposta amizade daquele grupo ele começou a fumar, mal sabendo que estava começando a cavar seu próprio buraco, seu próprio fracasso. No começo somente aos sábados, depois aos sábados e domingos, depois três vezes na semana até que quando ele se deu conta fumava no café da manhã, no almoço, no jantar e antes de dormir.

Aos 15 anos se mudou para Londrina para trabalhar com o tio.Lá ele conheceu a cocaína, ele tinha 76 kg e em pouco tempo chegou aos 49 kg. Voltou para a baixada santista e para sustentar seu vício fazia um favor para o traficante: guardava drogas dentro de casa. Um dia, estava dormindo e de repente sua mãe jogou toda a droga nele. André disse que foi a pior coisa olhar para sua mãe com aquele olhar de decepção. Ele se internou duas vezes. A primeira vez se internou só para agradar os pais, para que eles não pegassem no pé dele.Voltou para as drogas e começou a ir no espiritismo.A pior farsa de todas. O demônio fazia com que ele pensasse que o diabo não existe e quando você acha que ele não existe, automaticamente não luta contra ele. Após muito sofrimento, se internou pela segunda vez. Dessa, em uma casa religiosa, a Casa do Povo de Deus. Lá com as irmãs, com o irmão e os internos teve seu encontro pessoal com Jesus Cristo. De repente toda aquela falta de amor, todo aquele vazio foi preenchido verdadeiramente, não por alegrias passageiras como a droga, a bebida, as festas. Mas por Aquele que é o próprio amor, Aquele que sempre será o Amor Maior, que é verdadeiramente a eterna alegria.

No sábado o André testemunhou como aquele que foi resgatado, como o filho pródigo, que se perdeu no mundo mas voltou para os braços do Pai. Vive muitas provações em casa, com seu irmão mais novo, no trabalho mas ele sabe o que mundo oferece que é tentador mas também conhece algo que o mundo não oferece: O Amor.Um Amor que salva, liberta e restaura. Com todas as dificuldades ele renova o seu sim por Jesus Cristo e vive todos os dias o PHN (por hoje não). Eu te convido a agora e todos os dias, renovar o seu sim, a sua entrega a Jesus Cristo, permita que ele conduza a sua vida e nunca desista. Vale a pena de ser de Deus!

Que a Sagrada Família os abençoe.

Maria Carolina Santana
Postulante de primeiro ano CCSF

Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google Bookmarks
  • Blogplay
Esta entrada foi publicada em Formações, GADE - Santos. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>