6º Dia do Seminário Jovens do Amor Maior: Chiara Luce – GADE SP 05/11/11

Bom dia à todos,

Que Deus os abençoe!

No post de hoje venho refletir com vocês sobre algo que não é nada fácil, porém extremamente necessário…Crer na vontade de Deus.

Muitas vezes em nossas vidas nos deparamos com momentos em que as coisas parecem não ser como nós gostaríamos, nosso trabalho, nossos estudos, temos perdas, tristezas, um amor não correspondido, uma briga, uma doença, tantas coisas que podem nos fazer resmungar e achar que Deus se esqueceu de nós.

Venho aqui falar de algo que tenho aprendido nos últimos anos, quando nos deparamos com uma tempestade não é que Deus nos abandonou, mas é que Ele acredita que conseguiremos navegar em mares revoltos. Deus olha para nós e sorri, vendo nosso esforço Ele se alegra em ver que nos tornamos bons combatentes, que agora o demônio não terá facilidade em nos dominar, em nos levar a pecar, em nos enganar.

Quando uma tempestade vier ao seu caminho, ainda que o esperado sejam as lágrimas, sorria, pois Deus está confiando em você e em seu barco que é a sua vida…podem vir ondas enormes, maremotos, animais marinhos, eles baterão contra o casco, gritarão do lado de fora, e até dirão que o barco vai afundar, mas acredite, Deus foi o construtor dessa embarcação e ela foi feita para aguentar as tempestades, por piores que sejam.

Aprendamos com o exemplo de Chiara Luce, uma jovem que com 17 anos descobriu estar com um cancer raríssimo, e como resposta a Deus disse: “Se é assim que queres Jesus, também eu quero”. Uma jovem que ousou amar quando todos esperavam a revolta, que já sabia que não seria fácil e disse: “Como é duro ir contra a corrente!”. Cada fio de cabelo que perdia na Quimioterapia ela dizia ao pegá-lo nas mãos: “É por ti, Jesus!”.

Olhemos para a vida dessa jovem, que em 18 anos de vida, conseguiu marcar uma geração, uma beata dos tempos atuais, que morreu no ano em que eu nasci, e que provou que é possível ser santo nos dias de hoje, e que nada pode impedir isso, nem mesmo um cancer, nem mesmo perder o movimento das pernas como ocorreu com ela, e quando já estava em fase terminal do cancer disse: “Agora não tenho mais nada sadio. Porém, tenho ainda o coração com o qual posso sempre amar”.

Amemos, com todas as nossas forças, acreditemos em Deus e suas vontades para a nossa vida, pois por trás da dor existe a vida, a vida que podemos levar aos outros, Chiara Luce foi um exemplo de quem transformou uma dor sua em amor, em vida para os outros. Amigos delas diziam que iam visitá-la para consolá-la, porém eram eles que saiam consolados e revigorados ao ver tal sorriso numa garota que não mais se levantava da cama.

Levemos isso como uma mensagem de coragem e fé, amor e parresia.

Que Deus abençoe o seu dia…

Bruno Onofrio
Consagrado Sagrada Família

FONTE: http://fotolog.terra.com.br/brunoonofrio:11

Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google Bookmarks
  • Blogplay
Esta entrada foi publicada em GADE - São Paulo e marcada com a tag , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>