Quem Somos

“Crê no Senhor Jesus, e serás salvo tu e tua família.” (At 16, 31)

QUEM SOMOS E O QUE FAZEMOS

Somos uma Comunidade de vida e aliança e existimos para evangelizar e resgatar a família. Empreendemos esforços para promover a família e seus verdadeiros valores: a vida, a moral, a espiritualidade, a santidade, a harmonia, o perdão, ou seja, a reconstrução do equilíbrio desta instituição divina da qual depende o verdadeiro equilíbrio de nossa sociedade.

Somos formados por adultos e jovens (casados; solteiros; e somos abertos aos vocacionados ao celibato e ao sacerdócio); que abraçam, por um chamado de Deus e uma vocação específica, a causa da família. Vivemos nas formas de Vida Comum e Comunidade de Aliança. Vida Comum são aqueles que se entregam e consagram seu tempo integral para esta obra vivendo na comunidade e Comunidade de Aliança são aqueles que, tendo suas atividades no mundo, também se dedicam e consagram parte de seu tempo para a missão da comunidade. Para cumprir esta missão, evangelizamos através de grupos de oração para adultos, jovens, adolescentes e crianças; aconselhamento familiar; orientação de planejamento familiar; curso de preparação para o sacramento do matrimônio; livros publicados; pregações; cursos; encontros; retiros; oração e evangelização nas casas; dança; teatro; congressos; Escola de Família (formação para a vida familiar) em parceria com o Pontifício Instituto João Paulo II para estudos sobre Família e Matrimônio sessão Brasil; e também, através da Internet; Rádio* e TV* (*participações em programas da TV e Rádio Canção Nova); distribuição de cestas básicas; encaminhamentos para tratamento psicológico; etc.

ONDE ESTAMOS

Nossa Sede Fundacional fica em S. Paulo/SP, na Região Episcopal Ipiranga – Arquidiocese de S. Paulo.

Estamos presentes na Arquidiocese de Brasília/DF desde janeiro de 2003, sob a bênção e autorização do Cardeal D. José Freire Falcão, bênção esta que foi ratificada pelo Arcebispo D. João Braz de Aviz em maio de 2004 e, também ratificada, pelo atual Arcebispo D. Sérgio da Rocha em 2012. Esta missão foi fechada em fevereiro de 2014.

Na Arquidiocese de Palmas/TO, estamos presentes desde março de 2003 com a bênção e autorização do Arcebispo D. Alberto Taveira Correa que a 6 de fevereiro de 2004 inaugurou nossa primeira casa de missão. Benção esta, ratificada pelo atual Arcebispo D. Pedro Brito Guimarães em 2010. Esta missão foi fechada em novembro de 2014.

Na Diocese de Santos/SP, iniciamos, em 04 de março de 2008, com a bênção de D. Jacyr Francisco Braido que, em 14 de outubro de 2009 deu a benção de inauguração da casa de Missão São José da Divina Providência.
No dia 22 de fevereiro de 2014, foi inaugurado, na Diocese de Santos/SP, o Núcleo de Missão Guarujá.

Na Diocese de São José do Rio Preto/SP, iniciamos em 22 de junho de 2010, com a benção de D. Paulo Mendes Peixoto e, atualmente com a autorização de D. Tomé Ferreira da Silva, inauguramos em 09 de agosto de 2013 a casa de Missão São José o Justo.

Mais informações e contatos: www.sagradafamilia.org.br

NOSSOS BISPOS:

D. Odilo Pedro Sherer – Cardeal Arcebispo da Arquidiocese de S. Paulo/SP
D. José Roberto Fortes Palau – Bispo Auxiliar da Arquidiocese de S. Paulo/SP – Região Episcopal Ipiranga (onde se localiza nossa Sede)
D. Pedro Brito Guimarães – Arcebispo da Arquidiocese de Palmas/TO
D. Jacyr Francisco Braido – Bispo da Diocese de Santos/SP
D. Tomé Ferreira da Silva – Bispo da Diocese de São José do Rio Preto/SP

HISTÓRICO, CARISMA E ESPIRITUALIDADE

A Comunidade Católica Sagrada Família foi fundada em 24/06/94 (Solenidade da Natividade de S. João Batista – Ano da Família) por Italo Juliani Passanezi Fasanella com sua esposa e mais 4 outros casais.

Esta fundação teve sua base e confirmação através das profecias e visualizações recebidas pelo Italo, no I Encontro Nacional de Servos da Renovação Carismática Católica em Salvador/BA em 09/07/1994:

1 – Ser uma comunidade católica, com o lema: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo tu e tua família” (At 16, 31)
2 – “Não somos nada; esta é a hora de nos consagrarmos e dizermos na fé: “Eis-me aqui, Senhor” (Efe 3,20 e Is 6,8-9)
3 – “RESGATEM A FAMÍLIA” . (palavras visualizadas e que se repetiram por 3 vezes)
4 – “Você aqui aprendeu um pouco da Providência. Vá e viva da Providência”.
5 – Visualização de um Oásis no meio de prédios (que seria a Comunidade)
(Is 43,18-21)
6 – Visualização do mapa do Brasil com as raízes desta obra saindo de S. Paulo e se espalhando, inclusive, para fora do Brasil.

Em fins de 1996 abrimos a comunidade para a entrada de novos casais.

Nosso estatuto civil como Associação Católica Sagrada Família, foi concluído em maio de 1998.

A partir do ano 2000, a comunidade passou a não ser mais exclusivamente de casais e para casais, estando aberta a todos os estados de vida, inclusive para admissão de candidatos ao sacerdócio e ao celibato consagrado.

Começamos a viver, a partir de 25/06/2002, a dimensão de “vida” em nossa comunidade com a entrada do Fundador e sua esposa para esta dimensão. No mesmo dia, em celebração presidida por D. Gil Antonio Moreira – então Bispo auxiliar da Arquidiocese de S. Paulo para a Região Episcopal Ipiranga – os consagrados e noviços (hoje denominados Discípulos) foram revestidos, pela primeira vez, do símbolo da comunidade. Portanto, a partir de então, vivemos as dimensões de “vida” e “aliança” na comunidade.

Vivemos a espiritualidade da Renovação Carismática Católica, pois nascemos da mesma graça, ou seja: a vivência da Efusão do Espírito Santo e o exercício dos Dons Carismáticos (cf. I Cor 12) e temos a Sagrada Família de Nazaré e S. João Batista por baluartes padroeiros. No ano de 2009 estamos oficializando a entrada de Santa Terezinha do Menino Jesus e de S. Pio de Pietrelcina também como baluartes de nossa comunidade.

A Sagrada Família de Nazaré é o nosso modelo inspirador e o fundamento de nosso carisma e estilo de vida. É o primeiro e grande modelo de família a ser imitado.

Procuramos viver uma intensa e verdadeira espiritualidade mariana e difundí-la como meio eficaz de santificação. Tudo a Jesus por Maria.

Em S. José, vivenciamos o modelo de justiça e santidade e da verdadeira missão que os homens e pais devem assumir em conformidade e obediência às ordens de Deus (cf. Mt 1, 24; 2,14.21s). S. José, foi escolhido também para ser o Ecônomo da comunidade.

Devemos fazer tudo em torno de Jesus e por isso vivemos com o olhar fixo em Jesus Eucarístico para que, de uma vivência de adoração e comunhão eucarística, possamos levar sua luz e salvação para outras famílias.

S. João Batista é intercessor da comunidade para o cumprimento de nossa missão. Nele buscamos força para o anúncio profético e corajoso da salvação, “endireitando as veredas e aplainando os caminhos” (cf. Lc 3, 3-6) para que, Aquele que é maior do que nós, possa reinar nas famílias. Devemos ser “a voz que clama no deserto”, no deserto dos corações e da frieza de nossas cidades; preparando os caminhos do Senhor e anunciando a boa nova, através dos meios de evangelização que Ele nos permitir. Costumamos chamá-lo de Mártir da Família, justamente por ter sido martirizado por denunciar um pecado na família.

A palavra de ordem que o Senhor nos deu, desde o início, foi: “Resgatem as famílias, resgatem as famílias, resgatem as famílias.” Em obediência a esta ordem, procuramos viver um estilo de vida próprio de nosso carisma, que é, em primeiro lugar, a santificação de nossas famílias para sermos instrumentos de resgate e santificação para tantas outras famílias que necessitam muito deste testemunho, pois estão profundamente marcadas com as conseqüências do pecado, da injustiça e da ação direta do maligno que busca sua destruição. Enfim, viver a vocação de Igreja Doméstica (cf. CIC) e, assim, construir a Civilização do Amor.

“Os que vivem no estado conjugal, segundo a própria vocação, tem o dever especial de trabalhar pelo matrimônio e pela família, na construção do povo de Deus.” (CDC 226 § 1).

Jesus que é o “batizador” (cf. Lc 3, 16), nos capacita e envia para levarmos o fogo do Espírito Santo às famílias, cumprindo nossa missão de levá-las a experimentar e viver o Batismo (ou Efusão) no Espírito Santo. Cremos ser este um dos “remédios” mais eficazes para os males das famílias de nosso tempo. Pois, pela Efusão do Espírito Santo as pessoas tem um encontro pessoal com Jesus Senhor e Salvador que proporciona um relacionamento mais íntimo com sua Pessoa; que as leva a se comprometer de maneira mais consciente, refletida e responsável com Seus irmãos, Sua Obra, Sua Igreja e Seu Reino.

“Na solene ‘bênção nupcial’ durante o rito do matrimônio, o celebrante invoca deste modo o Senhor: ‘Efunde sobre eles (os recém-casados) a graça do Espírito Santo, a fim de que, em virtude do teu amor derramado nos seus corações, perseverem fiéis na aliança conjugal.’ É desta ‘efusão do Espírito Santo’ que dimana a força interior das famílias, bem como o poder de as unificar no amor e na verdade.” (João Paulo II – Carta às Famílias, 4 – 1994).

Portanto, o resumo profético de nosso carisma é:

“Evangelizar e resgatar a família, vivendo e sendo instrumento da Efusão do Espírito Santo para fecundar, gerar e fazer nascer Jesus Senhor e Salvador no seio das famílias para a construção da Civilização do Amor”.

Share and Enjoy:
  • Print
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google Bookmarks
  • Blogplay

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

*


Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>